O Musas em vários planos

 

ROMP 17: Renato Filipe Cardoso

Adiado de quinta-feira, 26 março 2020, 21h30, no Musas, para data a anunciar, o ROMP com a poesia de Renato Filipe Cardoso

Aveiro, 1971. Jornalista de formação e carreira, após duas décadas entre jornais e revistas é actualmente apresentador e jornalista de televisão, locutor comercial, editor e dizedor. Como poeta integrou várias antologias e revistas literárias nacionais e estrangeiras e publicou onze volumes de Poesia, entre os quais Ministério da Solidão (2020), Os Cães Ladram Às Cartas de Amor, (2016), Yuki-onna Blues (2014) e Aprendiz de Dourado (2012, finalista Correntes d’Escritas 2015). Como dizedor tem estreitas ligações ao mítico Pinguim Café (Porto) e às Quintas de Leitura do Teatro Municipal do Porto, mantendo outros projectos activos, entre os quais a performance Missa MalDita..

Renato Filipe Cardoso é o 16º poeta do presente ciclo do ROMP, seguindo-se a Alexandre Teixeira Mendes, Nunes Zarel.lecci, António Pedro Ribeiro, Aurelino Costa, Arnaldo Trindade, Francisco Duarte Mangas, César Figueiredo, Carlos César Pacheco, Sérgio Pereira, Rui Miguel Ribeiro, Francisca Camelo, Paulo Barrosa, A. da Silva O, Rui Torres e laura alberto.

Leave A Comment